Bradesco – Quem vai assumir o lugar de Luiz Carlos Trabuco Cappi?


Com a renúncia de Lázaro Brandão, o presidente-executivo do Bradesco, Luiz Carlos Trabuco Cappi, ficará também com a vaga de presidente do conselho administrativo do banco. Como o estatuto interno não permite que ele ocupe as duas funções Trabuco deixará a presidência-executiva, cargo ocupa desde 2009.

Um novo executivo será apresentado em março de 2018, após assembleia geral ordinária de acionistas. De acordo com Luiz Carlos Trabuco Cappi o anúncio de seu sucessor pode ser antes da data. “A instituição tem condições de escolher dentro do atual quadro de executivos” afirmou ele.

O banqueiro ressaltou que o substituto ainda não foi escolhido, mas garantiu que será um membro do corpo diretor do banco. “A organização fez um trabalho forte de desenvolvimento de executivos”, disse o atual presidente do segundo maior banco privado do Brasil. Ele disse que a sucessão é um “processo”.

Trabuco afirmou que a instituição é grande, complexa e bem segmentada, o que irá refletir na escolha do novo nome.

Luiz Carlos Trabuco Cappi, 66 anos, ingressou na organização em 1969 e passou por vários cargos até chegar a presidência em 2009. Foi escriturário do banco, esteve a frente da comunicação, das áreas de seguros e previdência privada, além da vice-presidência. O executivo nasceu em Marília, interior do estado de São Paulo e formou-se em Filosofia pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de São Paulo.

Seu maior feito como presidente-executivo foi a condução da aquisição do HSBC em 2015. A filial brasileira foi adquirida por 5,2 bilhões de dólares, na transação mais cara daquele ano. Durante os últimos anos em que esteve na presidência focou na digitalização de processos, na inovação e na alfabetização digital dos clientes.

Posição semelhante tem Lázaro de Mello Brandão, que afirmou que o foco do banco deve permanecer na maior parcela de clientes, que são as pessoas físicas e o comércio. Ele afirmou que foi iniciativa dele a renúncia, no intuito de promover a renovação no banco.

Brandão ressaltou que o nome do sucessor de Luiz Carlos Trabuco Cappi deverá ser submetido ao Banco Central 30 dias antes de ser anunciado na assembleia de março de 2018.

Lázaro de Mello Brandão, 91 anos, ingressou no banco em 1942 e também passou por diferentes cargos até chegar a presidência-executiva em 1981, posto que ocupou até 1989. No ano seguinte assumiu a presidência do conselho administrativo e agora seguirá no comando do conselho de administração das empresas controladas pelo Bradesco.

Quem sucederá Luiz Carlos Trabuco Cappi?

São muitos os nomes no páreo, entretanto alguns executivos do banco demonstram maior popularidade entre o corpo diretor. Todos são vice-presidentes como Mauricio Minas, que controla a área de tecnologia e foi responsável pela criação do Next, banco digital do Bradesco.

Além dele é possível destacar Alexandre Glüher, no comando da área de Relações com Investidores; Marcelo Noronha, a frente da área de cartões e banco de investimentos; Josué Pancini, da rede de agências do banco; Octavio de Lazari, da Seguros, e André Cano, dos Recursos Humanos.